TRIBUNA LIVRE DESTACOU PROJETO CORSAN 50 ANOS E LEI QUE REGULAMENTA A SEGURANÇA ARMADA NOS BANCOS

Data de publicação

24/07/2018

Data de atualização

24/07/18 11:00:09

Utilização da Tribuna da Câmara chama à atenção dos vereadores para pautas relevantes

Salvar imagem

| Crédito: Giana Pontalti

por Elenise Minella

Nesta segunda-feira(23), durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Vacaria a Tribuna Livre foi utilizada primeiramente por representantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental General Osório, que apresentaram uma experiência realizada pelos alunos, desenvolvida a partir do Projeto Corsan – 50 Anos, destacando a importância do consumo responsável e racional da água.

O diretor da Escola professor Fabiano Martins Fernandes, as professoras Luciana Batalha Moraes e Lilian Novelo e os alunos Leandro Júnior da Silva e Kauan Lemos comentaram sobre a experiência feita na Escola medindo o consumo de água utilizada na escovação dos dentes dos alunos com a torneira aberta e com a torneira fechada.

O vereador Valmir Grazziottin, funcionário da Corsan de Vacaria destacou a simplicidade da experiência realizada e o grande aprendizado proporcionado aos alunos, sensibilizando-os para a importância do uso responsável deste recurso natural que é a água.

Num segundo momento a Tribuna Livre foi ocupada pelo representante da Cooperativa de Crédito Sicredi, Jaibé Pelissari, que propôs aos vereadores uma reflexão sobre a Lei 3923/2016, que está vigente e sob judice, em decorrência de uma ação movida pelos estabelecimentos bancários e cooperativas de crédito de Vacaria. Pelissari solicitou aos vereadores que reflitam sobre a possibilidade de criar um espaço de discussão no Poder Legislativo sobre a relevância da Lei em vigor e a possibilidade de adequação da Lei existente ou até mesmo da sua revogação.

O vereador Aldo da Silva(PT) entende que a atual legislação antes de mais nada precisa ser cumprida pelos bancos mantendo vigilância armada nas agências bancárias públicas e privadas e as cooperativas de crédito do município, durante as 24 horas do dia, inclusive nos finais de semana e feriados.

A Lei prevê ainda que os vigilantes deverão permanecer no interior da instituição bancária, em local seguro para que possam se proteger em função de sinistro, num período de 24 horas, de posse do botão de pânico e terminal telefônico para possível acionamento rápido das forças policiais.

O vereador suplente Antônio Soares de Almeida(PSDB), também manifestou-se sobre a votação do projeto na legislatura anterior, considerando que na ocasião a proposição veio de encontro às manifestações da comunidade, que sentia-se desprotegida ao acessar as agências para utilizar principalmente o serviço de autoatendimento, nos horários em que as agências estão fechadas nos dias de semana e também nos finais de semana e feriados.

As comissões permanentes da Câmara, por sugestão do presidente do Legislativo vererador Maurio Deluchi Schuler,  ficaram encarregadas de marcar nos próximos dias uma audiência pública, onde serão ouvidos os representantes da comunidade e os representantes das agências bancárias e cooperativas de crédito sobre o assunto.

Compartilhar

ATENDIMENTO AO PÚBLICO: Segunda a Sexta-feira das 8h às 11h30 e das 13h30 às 18h.

INFORMAÇÕES

54 3232-1003 | 3232-4444
camara@camaravacaria.rs.gov.br

Rua Júlio de Castilhos, 1302
Centro - Vacaria/RS
CEP: 95200-000

SIGA-NOS

Este site é mantido pelo Departamento de Comunicação Social da Câmara Municipal de Vacaria | site desenvolvido por Six interfaces